"Então se arrisque mais,viva o que tem que viver,deixe o sol entrar e sorrir pra você"
Um Novo Eu

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Pontes vazias


Alguns dias parecem servir apenas como uma ponte.
Uma ponte vazia,posta entre o acordar e o adormecer.
Ultimamente passo por elas vividamente,mas não hoje.
Consigo ver uma folha de papel se deteriorar.
Aprecio silenciosamente a poeira caindo sobre os móveis do meu quarto.
Vejo as cordas do meu violão enferrujarem lentamente.
O tempo vira figurante,a partir do momento em que eu começo a ignorá lo.
Nenhuma música nova.
Nenhuma inspiração.
Começa a ser difícil falar sobre amor,
sabendo tão pouco sobre ele.
A dúvida de estar ou não preparada,
me fazem surpresa nesses dias.
E se eu começar a falar,corro o risco de ser julgada.
E não me vem nenhuma paciência para iniciar nenhuma discussão.
O engraçado não me cumprimenta e a tristeza não vem me visitar.
Logo,nada pra sorrir ou chorar.
Como eu odeio esses adoráveis dias normalmente chatos e sem graça alguma.
Carol.

10 comentários:

  1. Valeu a pena ter lido até o final, Ótimo texto, Odeio dias assim, onde nada de novo acontece, tudo para, a inspiração foge e a paciencia para fazer qualquer coisa some.

    ResponderExcluir
  2. Valeu muito apena...seus manejos com as palavras sao incriveis...parabens...abraços**

    Tw te seguindo...



    o meu é http://menteexpressa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do teu espaço e da forma como você escreve. Esta postagem está maravilhosa e a anterior também. Me identifiquei muito!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo blog

    LIndas palavras *-*

    http://dramasdemoca.blogspot.com/
    beeijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Belo pensamento! Há dias assim que são necessários! Hahahaha!

    ResponderExcluir
  6. Pontes vazias...dias iguais...páginas em branco.
    Incrível é saber que não me sinto assim sozinha, que muitas pessoas passam pela mesma situação e assim como vc admiravelmente conseguem expressá-las em simples, mais profundas palavras.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  7. Obrigado por visitar e gostar do blog :D
    Também estou seguindo o seu, beijos ;*

    ResponderExcluir
  8. Amei esse texto, é sempre difícil falar de amor, e saber quandor realmente estamos preparados.

    Amo a forma como vc escreve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. bem legal o seu texto bastante comunicativo...ja me senti assim principalmente em verões quentes e entediantes... eu acho que quando nos fastamos das coisas que no nosso intimo temos vontade de viver nossa vida fica assim suspensa..como se repetindo o mesmo treicho dum filme [:

    ResponderExcluir